Facilitar a sua vida sempre é bom

Quero Muito Facilitar a Sua Vida.

É muito bom trocar ideias com você sempre, por meio dos seus comentários nos artigos que tenho postado e nas mensagens que tenho enviado para você por e-mail. Por isso quero facilitar ainda mais a nossa comunicação.

Muito obrigado pela sua presença constante neste nosso relacionamento de amizade e de profissão.

Mas, eu sei que você recebe muitos e-mails todos os dias, dos mais diversos remetentes, e isso complica muito a sua vida e enche a sua caixa de mensagens. Pior ainda…

Continue lendo

Ser feliz é saber aceitar o inevitável

“Não apresse o rio” – diz um pensamento hindu. Deixe a vida caminhar no seu próprio ritmo.

A vida tem suas próprias regras. Ninguém muda coisa alguma, se não tiver a paciência necessária para esperar o tempo certo para cada coisa. É preciso aceitar os fatos, até que seja o momento de mudá-los.

Para viver em paz durante o tempo em que a vida age processando as mudanças é preciso saber viver as coisas como elas são, enquanto elas assim forem. Em outras palavras, é preciso saber aceitar o inevitável, enquanto ele for uma realidade em sua vida…

Continue lendo

A beleza da vida

Certa vez uma leitora me pediu que comentasse sobre o significado da seguinte frase: “Que a morte de um ente querido seja luz para a nossa vida!”.

À primeira impressão, pode nos parecer que essa afirmação seja totalmente incoerente. “Como pode a morte de alguém que amamos servir-nos de luz?” – Você poderia perguntar.

Vou procurar falar disso sem tocar em nenhuma religião em específico, para não parecer tendencioso.

Continue lendo

Pedras para tropeçar

Daniel andava apressado, tentando acompanhar os passos rápidos de seu mestre, Jonas PahNu.

Naquele trecho de caminho, havia muitas pedras onde se poderia tropeçar. E dito e feito: Daniel acabou tropeçando em uma enorme pedra e rolou ribanceira abaixo. Esbravejou irritado: – Droga de pedra! Não tinha outro palhaço pra derrubar?

O mestre, vendo que o garoto não havia se machucado, riu de modo matreiro e o chamou. Sentou-se sobre outra pedra, sob uma árvore, e aguardou até que Daniel também se acomodasse…

Continue lendo

No céu existem estrelas

Daniel é daqueles garotos que têm sede de aprender. E seu mestre, Jonas PahNu, adora ensiná-lo, sempre contando histórias. Mas nem sempre Jonas é sutil. Muitas vezes ele gosta de brincar um pouco com seu discípulo.

Certa noite, Jonas estava sentado em sua cadeira favorita, do lado de fora da casa, apreciando o céu estrelado. Pensativo, Daniel se aproximou de Jonas e, antes que o mestre pudesse dizer algo, perguntou de supetão: – Mestre, como você definiria um sujeito pessimista?

Continue lendo

O que você anda pedindo a Deus?

Quero convidar você a pensar sobre algo:

São tantos os votos de felicidade que recebemos em datas especiais, como no início de um novo ano, no nosso aniversário, no dia do casamento e em outros dias comemorativos, que nem mesmo arriscamos pensar que não seremos felizes dali para a frente, não é mesmo?

Queremos ser felizes e as pessoas nos desejam a felicidade. O que poderia ser mais perfeito? Então, só nos resta entrar de cabeça nessa nova fase da nossa vida e sermos felizes. Fazer dos nossos dias algo maravilhoso!

Mas, espere aí! “Não é tão simples assim!”, você vai dizer.  “Nem tudo o que queremos se realiza!”, talvez você queira argumentar…

Continue lendo

Lidando com as contrariedades

Talvez a maior de todas as bênçãos que recebemos sejam as contrariedades.
Elas nos fazem mover-nos, nos permitem crescer.

O “estar tudo bem”, ou seja, aquela situação que nos agrada e nos satisfaz, mas que aparentemente – e só aparentemente – não nos cobra seu preço, nos mantém acomodados e, muitas vezes, paralisa a nossa ação e turva o nosso senso de direção.

Continue lendo

Desapego e Solidariedade

Certo dia, um jovem discípulo chamado Daniel foi de ônibus ao centro da cidade, junto com seu mestre, Jonas PahNu.

Porém, ao subirem no veículo, um dos chinelos de Jonas escapou de seu pé e caiu para o lado de fora. A porta do ônibus se fechou e o veículo saiu, tornando impossível recuperar o chinelo perdido. Imediatamente, Jonas tirou seu outro pé de chinelo e o jogou pela janela, de modo a que caísse o mais próximo possível do seu par…

Continue lendo