Nem sempre o que dizemos é o que o outro entende

É importante ter em mente um ponto: sendo você um profissional de vendas, ou mesmo de qualquer outra área, é bom que fique bem claro que tudo na sua vida depende de suas vendas. E suas vendas dependem “do quanto você se comunica bem”.

Para que você tenha a exata dimensão de como a boa comunicação é vital para atingirmos nossos objetivos, vou contar uma pequena história, muito significativa:

Um casal saiu para comemorar os 50 anos de casamento. No restaurante, o marido cortou a ponta do pão e a colocou no prato da esposa, como sempre fizera nos últimos 50 anos.

Nesse momento, a mulher começou a chorar, sentida. O marido, não entendendo a tristeza dela, perguntou:

– O que houve, Minha Querida?

E a esposa respondeu: – Poxa! Pelo menos neste nosso aniversário você poderia me oferecer outra parte do pão. Eu detesto a ponta do pão!

O marido, se desculpando, respondeu: – Ora, Querida! Para mim, essa sempre foi a melhor parte do pão. É a que eu mais gosto. Por isso, sempre a separei para você!

Assim é que acontece com grande parte da nossa comunicação: nem sempre o que dizemos é o que o outro entende.

Os diálogos que mantemos quase nunca criam aconchego e acolhimento. Ficamos sempre na defensiva, assustados, sem querermos nos expor, pouco disponíveis para correr riscos. E diálogo nenhum se consolida, e nem flui, num ambiente rígido desses.

A grande verdade é que, quando nos relacionamos, são nossos egos que se relacionam. E isso torna tudo mais difícil na comunicação.

Precisamos deixar de lado nossas vaidades, conceitos e preconceitos, para afinar o ouvido e a sensibilidade e nos comunicarmos de verdade.

A boa comunicação pressupõe que o outro é tão importante quanto nós – e os interesses dele são talvez até mais importantes do que os nossos.

Quando você valoriza o que o outro deseja, fica mais fácil conquistar aquilo que você busca.

Pense sobre isso!


Clique aqui e conheça o livro “Quem Não Se Comunica Não Vende”.
Aumente o Seu Poder de Comunicação e Tenha Mais Sucesso.


 

Um forte abraço,

Gilberto Cabeggi 
Escritor e Assessor de Escritores, de Coaches e de Palestrantes

Ajudando você a transformar ideias em livros de sucesso
https://gilbertocabeggi.com.br
https://www.cabeggi.com

.
Livros: http://bit.ly/cabeggi01
Blog: https://gilbertocabeggi.com.br/
Site: https://www.cabeggi.com
Face: http://bit.ly/FacebookGCwp
Linkedin: http://bit.ly/LinkedinGCwp

 

2 ideias sobre “Nem sempre o que dizemos é o que o outro entende

  1. Hoje ninguém mais tem dúvidas que vivemos num mundo da comunicação quer seja verbal, sonora, visual, etc.
    Outra realidade é que para sobreviveremos na nossa luta diária, precisamos ser bons comunicadores.
    Mas parece que essa condição passou a ser melhor entendida pelos estudos na PNL-Programação Neurolinguística realizados pelos cientistas Richard Bandler e Jonh Grinder, na década de 70, criadores da PNL.
    Richard Bandler estudava matemática, computação e psicologia e lecionava na mesma faculdade com o seu amigo Jonh Grinder que era linguístico.
    Durante os seus relacionamentos chegaram à conclusão que seria muito interessante descobrir quais eram as habilidades que levavam certas pessoas bem sucedidas terem tanto sucesso
    Através de estudos descobriram que o fator mais importante que levava ao sucesso era a habilidade na comunicação.
    From: Meu Curso Online de Comunicação. http://www.elazierbarbosa.com.br. Abraços, meu Amigo Gilberto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *