Pessoas se acomodam e a vida passa

PESSOAS SE ACOMODAM. ESSA É A REALIDADE!

Pessoas se acomodam e a acomodação vira conformismo.

O conformismo faz com que as pessoas optem por ter cada vez menos. Até que passam a achar que têm menos porque merecem menos – menos de tudo na vida, e principalmente menos felicidade.

Pois saiba que você tem o direito de ser muito feliz! Mas é você quem tem de assumir a responsabilidade por exercer esse direito.

 

Continue lendo

Mudando as regras do jogo, para ser feliz

A felicidade existe para você também, muito embora até seja possível neste momento que você ainda não acredite nela.

Está na hora, porém, de começar a mudar as regras desse jogo. Afinal, trata-se da sua vida e é você quem decide o que fazer dela. Então, decida por colocar mais felicidade no seu dia a dia.

Ponha felicidade em sua vida todos os dias. Esse é um direito seu. Acredite: você não nasceu para viver angustiado. Você nasceu para ser feliz.

É claro, entretanto, que não basta você ter consciência do seu direito de ser feliz. Esse é apenas o começo do processo.

Continue lendo

Em que lugar está o seu tesouro?

Responda depressa: “Que valor tem um tesouro no fundo do mar, onde ninguém pode alcançar?”

Pois bem, o maior tesouro de um profissional é o seu conhecimento, a sua experiência. Isso realmente vale ouro.

Ter conhecimento profundo, consistente, sólido, é muito importante para o seu sucesso e para a valorização do seu nome no mercado.

Mas, de que adianta ter todo esse conhecimento, se as pessoas não souberem que você é o profissional de que elas precisam?

Continue lendo

Recusaram meu livro! E agora?

Recusaram meu livro! E agora? Acredito que você já tenha passado por isso.

Acredito que é até possível que você já tenha finalizado o seu livro e o tenha enviado para uma série de editoras, em busca de publicação. Mas, infelizmente, não conseguiu atrair o interesse de nenhuma delas.

Quem sabe você obteve até algumas respostas – negativas, é claro, mas educadas −, falando de “quem sabe numa próxima oportunidade, ou quem sabe numa outra editora…”, o que o deixou ainda com esperanças.

Mas você esperou, esperou, esperou… O tempo passou e nenhuma resposta positiva veio.

Continue lendo