Escolha o seu público-alvo

Responda a esta pergunta: 

“Se em um fio elétrico estiverem pousados oito pássaros, você der um tiro e acertar um deles, quantos pássaros restarão no fio?”

A resposta certa é: “Nenhum… Porque todos os outros voarão.”…

Não quero dizer com isso que você deva sair por aí atirando em pássaros! Quero mesmo é que você perceba, por analogia, que se sair escrevendo um livro sem um público-alvo bem determinado, você corre o risco de espantar todos os leitores, ou a maioria deles.

Para quem estou escrevendo?

Então, esta é a primeira pergunta a ser respondida, se você quer ter sucesso de público:

     “Para quem estou escrevendo meu livro?”, ou

     “Quem serão os meus leitores?”, ou ainda

     “Que tipo de pessoas eu quero alcançar com a minha mensagem?”

É preciso ter foco. Ou então seus esforços se dispersarão e o seu objetivo não será atingido. Como na história dos pássaros, você fará tanto barulho com seus “tiros”, que vai espantar todo mundo.

Não segregue leitores

Agora, preste muita atenção: ter foco não é o mesmo que “segregar leitores”.

O que isso significa? Isso quer dizer que você precisa focar no seu público-alvo, mas não deve excluir os demais leitores.

Você deve ser sutil e cuidadoso na sua aproximação com seu público-alvo, para que as pessoas que estão à volta dele também tenham a chance de se interessar pelo seu livro.

Você deve ter claro em sua mente quem é o seu público, mas não deve escrever de modo a excluir todas as demais pessoas.

Vou dar um exemplo

Um livro de medicina tem como público-alvo médicos, estudantes e profissionais da área médica. Mas exclui totalmente o restante do público. É claro que isso está perfeito! Afinal, trata-se de um livro técnico e nem todos precisam entender a linguagem médica. Mas esse conceito se adéqua perfeitamente apenas aos livros técnicos, específicos, sejam de que área forem.

Porém, se você não está escrevendo um livro técnico, se você está escrevendo aquele livro gostoso com as suas ideias e pensamentos incríveis, com o seu modo particular de ver a vida, ou a sua profissão, então não exclua propositadamente nenhum leitor.

Esses conceitos parecem contraditórios?

Mas não são. É apenas uma questão de ter em mente qual é o seu público-alvo e dirigir seu livro para ele, mas usar uma linguagem de escrita simples e clara, que convide também outros leitores a se tornarem parte de seu público.

Vamos falar mais sobre isso em meus próximos artigos.

Posicione o seu foco

Por enquanto, fique um pouco mais com estas perguntas e escreva as respostas para elas, até que isso fique bem claro para você:

  1. Para quem estou escrevendo meu livro?
  2. Quem serão os meus leitores?
  3. Que tipo de pessoas eu quero alcançar com a minha mensagem?

Nas nossas próximas conversas, vamos nos entender mais sobre esse e outros temas importantes para você que é ou quer se tornar um escritor.


Clique aqui e conheça o livro “Antes de Escrever Seu Livro”.
E domine Os Segredos Que Fazem os Livros de Sucesso.


Um forte abraço,

Gilberto Cabeggi 
Escritor e Assessor de Escritores e de Palestrantes

Ajudando você a transformar ideias em livros de sucesso
https://gilbertocabeggi.com.br

 



 

 

4 ideias sobre “Escolha o seu público-alvo

  1. Pingback: Escolha o tema do seu livro | Escritor Gilberto Cabeggi

  2. Pingback: A linguagem de escrita | Escritor Gilberto Cabeggi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *