Como produzir mais textos para o seu livro

Muita gente me pergunta: “Como é que eu faço para escrever meu livro?” E eu digo: comece! E depois continue escrevendo. Escreva muito!

Escreva todos os dias. Não passe um único dia sem escrever algo para o seu livro. Esse é o compromisso principal que você precisa ter consigo mesmo e com a sua obra.

Escreva um texto completo por dia, com pelo menos 500 caracteres, com começo meio e fim. Passe ao leitor uma ideia completa, um ponto de vista seu, uma pequena história que você quer compartilhar. Pode ser até mesmo um fato engraçado, ou mesmo triste, que você presenciou no seu dia a dia. Mas escreva sempre.

Não critique o que você escreve.

No momento que se propõe a escrever, a única coisa que você deve fazer é: escrever. Criticar o que você escreve, enquanto escreve, inibe a sua criatividade, a sua espontaneidade e a sua vontade de escrever. Escreva sem criticar a sua escrita. Deixe para fazer isso depois, numa outra etapa do processo.

Procure estudar e aprender a escrever.

Isso é ótimo. Aprender como escrever com qualidade sempre é importante. Mas não se impeça de escrever por achar que ainda não sabe o suficiente. Praticar a escrita é parte importante do seu aprendizado.

Quanto mais escrevemos, melhor.

Mesmo que seu texto, a princípio, não tenha muita qualidade, ele sempre poderá ser melhorado depois. Não fique esperando ter ideias geniais sobre um texto para só então começar a escrever, ou então você nunca escreverá. Lembre-se que, também neste caso, “O ótimo é inimigo do bom”. Faça o bom e você sempre terá uma chance de melhorá-lo depois.

Pesquise sempre, leia muito, busque novas ideias.

Leia muito, sejam assuntos ligados ao tema do seu livro, ou não. Nunca se sabe de onde vai surgir uma ideia genial que vai tornar o seu livro um sucesso. Pesquise, vá fundo nas suas ideias e enriqueça o seu texto.

Escreva sempre muito mais do que o necessário.

Escreva sempre mais do que você necessita para o seu livro. Ter à disposição uma série de textos seus elimina a pressão de ter que escrever de última hora e diminui a probabilidade de você ter um livro raso, com pouco conteúdo.

Mantenha uma reserva de textos.

Mantenha sempre uma reserva de textos prontos ou semiprontos. Sempre que usar um desses textos no seu livro, escreva um novo texto para deixar na reserva.

Não espere a inspiração chegar.

Não espere a inspiração chegar. Vá em busca dela, ou aja como se ela já estivesse aí com você. Basta começar a escrever que a inspiração virá.

Anote sempre as suas ideias.

Mantenha sempre um bloco de papel e uma caneta por perto e anote todas as suas ideias. Não se preocupe em saber se elas serão úteis ou não. No momento certo você poderá decidir sobre isso. O que mais importa é que você tenha muitas opções para escolher, quando for escrever seus textos.

Se as ideias não vierem.

Se as ideias não vierem e você não se sentir à vontade para escrever, mude algo na sua forma de fazer as coisas: experimente deixar o computador de lado e escrever à mão, ou mude para uma outra sala, coloque uma música para ouvir, ou mesmo vá tomar um banho ou faça um passeio pelo quarteirão, deixando a mente livre para receber suas ideias. Em resumo, procure quebrar aquele quadro que eventualmente possa estar causando-lhe um bloqueio de ideias.

Tenha um blog

Tenha um blog sobre o assunto sobre o qual você escreve e que tenha a ver com o tema do seu livro. Mantenha esse blog sempre atualizado com esses textos que você vem escrevendo no seu dia a dia.

Essa é uma excelente maneira de você criar um relacionamento com seus contatos, direcionado os leitores para o seu livro. E ao mesmo tempo pegar feedbacks do pessoal, para aprimorar a sua obra.

Procure produzir o máximo possível de textos para o seu livro. Com certeza você não usará todos eles na sua obra, mas terá como escolher os que melhor exprimem as suas ideias.

Além do mais, você já estará criando um reserva de textos para o seu próximo livro – e é lógico que você vai escrever o segundo, o terceiro, o quarto, … livro. Afinal, tenho certeza de que você não é um escritor de um livro só!

Aquecendo os motores

Então, fique um pouco mais com estas perguntas e escreva as respostas para elas, até que isso fique bem claro para você:

  1. O que eu vou fazer para produzir mais textos de qualidade para o meu livro?
  1. Quanto texto mais eu vou escrever por dia?
  1. A partir de quando eu vou começar com esse novo hábito de escrever?
  1. Qual será o meu ponto de verificação e como saberei se estou realmente cumprindo com esse meu compromisso com minha carreira de escritor?

Lembre-se: mãos à obra. Não adianta apenas planejar. É preciso executar.

Nas nossas próximas conversas, vamos nos entender mais sobre esse e outros temas importantes para você que é ou quer se tornar um escritor de sucesso.


Clique aqui e conheça o livro “Antes de Escrever Seu Livro”.
E domine Os Segredos Que Fazem os Livros de Sucesso.


Um forte abraço,

Gilberto Cabeggi 
Escritor e Assessor de Escritores e de Palestrantes

Ajudando você a transformar ideias em livros de sucesso
https://gilbertocabeggi.com.br

 

 



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *